Opinião: "Anjo Caído"


Autor: Daniel Silva

Editora: 11X17

Ano de pubicação: 2016

Este livro não se encontra disponível de momento na Livraria



Sinopse:

Depois de ter sobrevivido por um triz à sua mais recente missão, Gabriel Allon, o herói dos serviços secretos israelitas, refugiou-se por detrás dos muros do Vaticano, onde se encontra a restaurar uma das obras-primas de Caravaggio. Mas certa manhã, bem cedo, é chamado à Basílica de São Pedro por monsenhor Luigi Donati, o influente secretário privado de Sua Santidade o Papa Paulo VII. Foi encontrado o cadáver de uma bela mulher debaixo da magnífica abóbada de Miguel Ângelo. A polícia do Vaticano suspeita de suicídio, mas Gabriel não concorda. E, segundo parece, o mesmo se passa com Donati, que receia que uma investigação pública possa vir provocar no seio da Igreja e, por isso, chama Gabriel para que ele descubra discretamente a verdade. Com uma advertência: «Regra número um no Vaticano», diz Donati. «Não faça demasiadas perguntas.»

Gabriel descobre que a mulher morta desvendara um segredo perigoso, que ameaça uma organização criminosa que anda a pilhar tesouros da Antiguidade e a vendê-los a quem oferecer mais dinheiro. Mas não se trata apenas de ganância. Um agente misterioso planeia uma sabotagem que irá mergulhar o mundo num conflito de proporções apocalípticas…


Opinião:


O que posso dizer sobre este livro? Posso dizer que foi a minha estreia com este autor, nunca li nada do Daniel Silva e quando recebi o livro fui fazer uma pesquisa sobre o mesmo. O Anjo Caído é o 12º livro de Daniel Silva e é um livro cheio de ação, viagens e, claro um enorme mistério por resolver.


Admito que ao início fiquei com algum receio sobre o mesmo, uma vez que é só o 12º livro e tive medo que não conseguisse apanhar alguma coisa da história. Mas, graças a Deus não foi o que se passou.


Este livro começa no Vaticano, com uma mulher encontrada morta no pátio. Gabriel Allon, um ex-espião de uma agência secreta de Israel, encontra-se no Vaticano a fazer um restauro de uma obra-prima, contudo, acaba por ser chamado para fazer uma investigação paralela à da polícia do Vaticano.


A mulher encontrada morta, andava a fazer uma lista/investigação sobre as obras primas que o Vaticano guarda, contudo ela acabou por descobrir certas coisas que a levaram à morte. Gabriel, a partir desse ponto, conseguiu chegar ao verdadeiro assassino, só que ele não estava à espera que o assassino tivesse planos como um ataque terrorista em Viena e, a partir daí, ele acabou por regressar a sua antiga casa e ajudar os colegas a travar esse acontecimento. Será que Gabriel Allon consegue travar o ataque terrorista? E será que os ataques ficaram por aí ou haverá mais surpresas?

Posso dizer que este livro tem uma escrita muito descritiva, mas é importante devido ao tipo de história que é. Adorei que no início falassem tanto de obras primas raras, uma coisa maravilhosa de se ler e de aprender um pouco sobre a sua história. Este livro para além de falar muito na arte, pois é o crime inicial deste livro, faz-nos viajar imenso pelo mundo. Consegui ir a quase todos os continentes, passei da Europa para a Ásia, depois para América e depois regressamos à Europa e adorei e, adoro quando um só livro nos leva a viajar pelo mundo fora, mesmo que seja só para espionagem ahahah.


Não é o tipo de livro a qual estou habituada a ler, apesar de ser um policial, em casa tenho por exemplo o famoso livro do Código da Vinci de Dan Brown e não sou capaz de ler, não por não gostar do tipo de história, mas por ser uma escrita mais descritiva. E, posso dizer que Daniel Silva se pode enquadrar nos tipos de livros que Dan Brown escreve, mas apesar de ser uma leitura descritiva, acaba por ser interessante e quem saiba, ainda acabo por vir a ler o Dan Brown depois de ter experimentado este livro maravilhoso de Daniel Silva. Recomendo a leitura a toda a gente que gosta de histórias relacionadas com o Vaticano, espionagem, roubos de arte e terrorismo, pois este livro tem um pouco de tudo. Posso dizer que, o Anjo Caído levou para casa 5 gordas estrelas.


Escrito por: Raquel Pinheiro

Hello Booklovers!!

Eu chamo-me Raquel e tenho 27 anos. Sou licenciada em Direito, mas trabalho com crianças. Estou neste momento, acabar o meu mestrado em Ciências Jurídico Criminais pois, de todos os ramos de Direito foi por este que me apaixonei.

Para além de ser uma apaixonada por crimes, tenho uma enorme paixão por livros, cinema e séries. Esta ideia surgiu com a criação da minha página no Instagram. Após ter criado essa página, pensei para comigo "E porque não um blog?". Desta forma posso falar um pouco mais sobre os livros que leio, onde posso dar certos detalhes que me fizeram gostar daquele livro ou daquela história e explicar o porque daquela pontuação. Através do Blog posso escrever um pouco mais, algo que eu adoro fazer.

É um projecto que eu pretendo manter e espero que tenha tanto sucesso como espero ter!!

Quero partilhar com vocês um pouco do meu pequeno mundo dos livros!!!!!

0 visualização

© 2020 Livraria Good Books. Ana Teresa Barreiros. 

livraria.goodbooks@gmail.com - Telefone: 926 560 512

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • YouTube - Black Circle