Opinião: "O jardim das borboletas"



Título: O jardim das borboletas


Autora: Dot Hutchison


Editora: Suma de Letras - Gosto de Ler


Ano de publicação: 2010


Sinopse:


Perto de uma mansão isolada, encontra-se um belo e luxuriante jardim com flores exuberantes, árvores frondosas e... uma colecção de preciosas «borboletas». Jovens mulheres sequestradas e tatuadas para se parecerem as suas homónimas. Quem toma conta deste estranho lugar é o aterrador jardineiro, um homem retorcido, obcecado com a captura e a preservação dos seus espécimes únicos.

Quando o jardim é descoberto pela Polícia, uma das sobreviventes é interrogada. Os agentes do FBI Hanoverian e Eddison têm a tarefa de juntar as peças de um dos quebra-cabeças mais complicados das suas carreiras. A menina, cujo nome é Maya, ainda se encontra em choque e o seu relato está cheio de episódios arrepiantes, no limite da credibilidade. Tortura, todas as formas de crueldade e privação pareciam estar na agenda da estufa dos horrores, mas no testemunho da jovem há lacunas e reticências... Maya continua a sua terrível história e os agentes do FBI precisam de descobrir quem, ou o quê, Maya tenta esconder...


Opinião:


Este livro foi sem dúvida o thriller mais arrepiante e viciante que li em toda a minha vida e posso dizer que tenho 27 anos e, foram poucos os thrillers que li ahahah.

Contudo, este para mim vai ter um lugar muito especial no meu coração. O que posso eu dizer sobre esta leitura?O jardim é o maior pesadelo de muitas pessoas, mas ao mesmo tempo consegue ser demasiado belo.


A autora consegue através da sua escrita cativante, criar uma história com uma beleza sombria. Admito que a medida que ia lendo o livro, ia percebendo que o Jardineiro fazia o que fazia, pois achava que estava agir bem. Que amava aquelas borboletas todas, lhes dava um "lar", comida e roupa. Mas ao mesmo tempo, ele magoavas, apesar dele não ver isso dessa forma.


Esta história foi super bem escrita e criada, não vejo nada que possa dizer que "não ninguém era capaz de fazer uma coisa dessas", pois o ser humano é capaz de qualquer coisa, seja para o bem como para o mal. A escrita da autora, para além de ser cativante, é uma escrita simples. Podemos ver que a história é contada tanto no presente como no passado, pois Maya acaba por contar a história dela e do jardim durante um interrogatório do FBI e é nesse interrogatório que vamos conhecer toda esta história a volta do jardim, das borboletas e do Jardineiro. Todos eles tem a sua história, por mais peculiar que seja, por mais assustador que seja, este livro contém uma história bela, super bem escrita, criada e estruturada. Adorei cada página, amei cada parte do livro.


Para quem queira mais ou menos ter uma ideia do tipo de história pesada que conta este livro, penso que o Perfume é uma das histórias mais idênticas a esta. Por isso, se tem uma ideia da história do livro ou do filme o Perfume, então preparem-se porque este livro pode ser assombroso, mas super viciante que as vezes deixamos de lado a nossa própria sanidade mental por querermos ler cada página deste livro!


Uma história peculiar com uma beleza única e arrepiante!

O jardim das Borboletas, de Dot Hutchison, é o primeiro livro de quatro livros, coleção que é conhecida por The Collector.

Obrigada Dot Hutchison por este mundo que criaste e espero que os restantes livros sejam editados cá em Portugal, pois preciso mesmo de ler o resto dos livros. Preciso de saber o que vai acontecer as borboletas sobreviventes, o que vai acontecer ao jardineiro, o que vai acontecer a Maya e ao Desmond.


Obrigada Gosto de Ler, Suma de Letras, por trazerem este primeiro livro às nossas vidas e por favor que tragam os outros, pois este mundo é muito viciante!



Escrito por: Raquel Pinheiro

Hello Booklovers!!


Eu chamo-me Raquel e tenho 27 anos. Sou licenciada em Direito, mas trabalho com crianças. Estou neste momento, acabar o meu mestrado em Ciências Jurídico Criminais pois, de todos os ramos de Direito foi por este que me apaixonei.


Para além de ser uma apaixonada por crimes, tenho uma enorme paixão por livros, cinema e séries. Esta ideia surgiu com a criação da minha página no Instagram. Após ter criado essa página, pensei para comigo "E porque não um blog?". Desta forma posso falar um pouco mais sobre os livros que leio, onde posso dar certos detalhes que me fizeram gostar daquele livro ou daquela história e explicar o porque daquela pontuação. Através do Blog posso escrever um pouco mais, algo que eu adoro fazer.


É um projecto que eu pretendo manter e espero que tenha tanto sucesso como espero ter!!


Quero partilhar com vocês um pouco do meu pequeno mundo dos livros!!!!!

0 visualização

© 2020 Livraria Good Books. Ana Teresa Barreiros. 

livraria.goodbooks@gmail.com - Telefone: 926 560 512

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • YouTube - Black Circle